CHIQUINHO, GARRA!

ao próprio


de uma revolução dos pirulitos enfim acontecida
chiquinho desceu às margens do rio
catou umas garrafas
colocou-as num saco, numa caixa de fogão vazia
deu uma passadinha no boca da noite
perdeu-se na noite fria

(a impressa dia seguinte não noticiou o acontecido)



em A Cidade Frita
Teresina, 2012, versão atualizada

acompanhe por e-mail