TERESINA, NOVEMBRO




A tarde quente escoa-se tanquila
na lentidão vazia dos minutos;
também vazia, ou quase, a casa estila
um vesperal torpor em seus redutos.

Na tarde morna a placidez desfila
o carpanzil isento de atributos;
em seus modestos vãos a casas asila
ares de afeto e salutares frutos,

cujos sinais estão por toda parte.
Aqui e ali encontra-se requinte
que denuncia amor, afeto e arte...

O momento é sensível. Na verdade,
velado de prazer, por conseguinte,
de simples glória e de feliz saudade!



em Tempo Nuvem 
Teresina, 2004

Nenhum comentário:

acompanhe por e-mail